PLANTÃO ÚLTIMO SEGUNDO

01 março 2007


APOCALIPSE NOW

Atualmente, escuta-se através dos grandes veículos de comunicação do mundo, o chamado “Aquecimento Global”. Aquecimento Global ou Efeito Estufa nada mais é que um fenômeno natural e fundamental para a vida na Terra. Ele garante a manutenção do equilíbrio térmico do Planeta, pois consiste na retenção de calor irradiado pela superfície terrestre, pelas partículas de gases e de água em suspensão na atmosfera.
O efeito estufa natural, promove aos terráqueos a sensação de um clima agradável. Ele é ocasionado pela concentração de gás carbônico na atmosfera que impede a penetração dos raios infravermelho para fora da atmosfera formando verdadeiramente uma estufa.
Porem o efeito estufa que se fala ultimamente, resulta a rigor de um desequilíbrio na composição atmosférica provocado pela crescente elevação da concentração de certos gases que tem capacidade de absorver o calor. Esses gases são provenientes da queima incontrolável de combustíveis fosseis, como petróleo, carvão mineral e das florestas como é o caso da crescente queima da Floresta Amazônica. Essas combustões expelem para a atmosfera, gases como: metano, etano, gás carbônico.
Essa crescente demanda de gases estufa começou a acontecer a partir da Revolução Industrial, onde as maquinas de tecelagem a vapor e os trens eram movidos através da queima de carvão mineral. A partir dessa grande revolução, o capitalismo viu que essas novas fontes de energia poderia ser uma nova forma de se produzir materiais industrializados. Assim a atmosfera começou a receber uma grande concentração de gases provocadores do Aquecimento Global.
Mas é o gás carbônico o grande vilão do aquecimento terrestre. Proveniente da combustão das florestas e dos combustíveis fosseis, atinge a atmosfera com muita facilidade, devido a sua baixa densidade. Tendo a capacidade de absorver calor, impede a dissipação de boa parte dos raios infravermelhos para o espaço. Assim ocasiona a grande sensação de calor.
Os impactos desse fenômeno são catastróficos. Esses impactos são “democratizados”, ou seja, passam a atingir todos os seres vivos, sem distinção de cunho econômico, social ou cultural. Atinge indistintamente ricos e pobres, operários e patrões, brancos negros e amarelos, desenvolvidos e subdesenvolvidos, liberais e conservadores, (...).
O aquecimento promove o aumento da temperatura do planeta. Segundo estudos do renomado Instituto Climatológico Planch, da Alemanha, a cada duplicação de concentração de gás carbônico pode provocar uma elevação em media de 3ºC, aumentando cerca de 20cm o nível do mar, proveniente da fusão do gelo dos pólos.
Esse fato já pode ser visto. O grande avanço dos oceanos para as cidades litorâneas já é conseqüência do efeito estufa. O derretimento das geleiras não somente dos pólos como das cordilheiras pode provocar inundações de cidades.
Segundo a revista americana World Ressources do ano 2000, os cinco paises que mais expelem gases estufa no mundo são: Estados Unidos, Rússia, China, Brasil e Índia. O Brasil é apontado como país emissor de gases estufa não pelo fato da industrialização mas sim pelas queimadas da Floresta Amazônica, Pantanal e Mata Atlântica.
Porem, algo já vem sendo feito para retardar o ocaso do aquecimento global, que pode provocar dentro de cem anos o APOCALIPSE NOW. O Protocolo de Kyoto, foi um acordo feito entre vários paises ricos e em processo de desenvolvimento com a finalidade de diminuir a emissão de poluentes fosseis na atmosfera e estudar formas de energia alternativa biodegradáveis. Todos os países assinaram com exceção dos EUA, que via sua produtividade desabar com esse acordo.
No Brasil por exemplo, a retomada do pró-álcool foi de grande valia ambiental, pois polui menos e econômico como mais uma fonte de energia barata para o consumo. Um outro exemplo será a produção em alta de escala do Bio-Diesel, uma óleo a base de mamona porem não poluente que irá substituir o óleo diesel petrolífero nos veículos e termelétricas.
Com uma vasta forma de produção de energia elétrica, o Brasil dispensa também o lançamento de gases estufa na atmosfera. Seu potencial hidrelétrico, garante produção e fornecimento de energia para quase todo o país, sem mencionar e energia eólica no Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí, a grande crescente de energia solar e as termeletrricas a base de gás natural.
O Protocolo de Kyoto tem que ser rediscutido e levado mais a serio, poius somente com a sua adesão os efeitos do aquecimento global serão diminutos, não levando a vida na Terra ao seu fim.

(Fagner Abreu)

2 comentários:

jessica disse...

Como eu já havia dito ficou muito bom...
Acho que ficou melhorainda, depois dos concertos.
Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Guigo F.G. disse...

FAu,

ainda não li os textos. Apenas o soneto. Procure intercalar com fotos, para não pesar tanto. Pense que ler na tela é cansativo para muitos. Depois volto aqui...