PLANTÃO ÚLTIMO SEGUNDO

08 maio 2008

Pai e madrasta de Isabela Nardoni são presos

ENJ News

Passados 39 dias da morte da menina Isabela, o casal Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá foram presos às 22h32 do dia 07/05, ontem, na casa dos pais de Ana Carolina. O mandado de prisão foi efetivado pelo Juiz Maurício Fossen, do 2º Tribunal de Júri de Santana, após analisar o encaminhamento feito pelo Ministério Público.

Ana Carolina e Alexandre Nardoni são acusados por crime doloso triplicamente qualificado. As qualificadoras são: motivo torpe, crueldade e impossibilidade de defesa da vitima encaminhado pela 9ª Delegacia de Policia Civil de Guarulhos. O Ministério Publico aponta ainda mais um agravante que foi o fato de modificar o cenário do crime, feito por Ana Carolina Jatobá.

Os réus foram algemados e levados para a Delegacia de Guarulhos onde tomou ciência da prisão. Ao chegar uma aglomeração de curiosos pediam por justiça. Para proteger a integridade física dos réus, a Policia Civil de Guarulhos saíram da delegacia pela prota lateral com receio de repressão popular.

Em seguida os réus foram levados ao IML para fazer o exame de Corpo de Delito. Eles passaram a noite em delegacias diferentes. Alexande ficou na 13ª DP (Casa Verde, Zona Norte) e Ana Carolina na 97ª DP (Americanópolis, Zona Sul).

O delegado Calil Filho afirmou que eles passariam a noite presos e que na manhã do dia seguinte seriam levados a prisão. Ana Carolina ficara detida na zona norte de São Paulo no Complexo Penitenciário Feminino do Carandiru e Alexandre Nardoni permanece preso na 13ª DP de Americanópolis.

Ana Carolina seguiu para a penitenciaria por volta das 10h da manhã.
A expectativa é que a defesa apresente ainda hoje o pedido de Habeas Corpus. De acordo com o advogado Rogério Neres de Sousa, um dos três que representam o casal, a defesa deve se reunir hoje e, com base na decisão do juiz, elaborar o pedido de liberdade.
Em seu despacho, Juiz Mauricio Fossen disse que levou em consideração a conduta do casal que deixa “transparecer que se tratam de pessoas desprovidas de sensibilidade moral e sem mínimo de compaixão humana, ainda mais em se tratando que a vítima é filha de um deles e enteada do outro”.
O juiz marcou para o dia 28 o interrogatório do casal. Após a conclusão do inquérito os réus irão a julgamento.
O Caso Isabela está chegando ao seu fim.
Crédito da Imagem: Agência A Tarde e Portal Uol

2 comentários:

LuKyTTo disse...

Adorei o texto e essa historia eu soube que o julgamento deve durar 4 anos, será que acaba agora?

Anami Brito disse...

Será que agora vai??Já passou da hora de todo este caso ter logo um final.E pra ser sincera acho que ñ será tão fácil assim fazer justiça.
O interessante é a quantidade de dinheiro que está sendo gasto e a mobilização policial para fazer a segurança deste casal. Está é uma questão no minimo ironica, afinal eles são os criminosos.